logo1

17 a 20 de novembro

Sobre o evento

É com grande alegria que a Comissão Organizadora convida a comunidade acadêmica a participar do I Congresso Nordestino de Linguística Aplicada (I CONELA), que será realizado durante o período de 17 a 20 de novembro de 2020. O evento ocorre em um cenário nacional e regional muito propício para a Linguística Aplicada, decorrente de resultados positivos dos programas de pós-graduação, de investigações desenvolvidas dentro dos grupos de pesquisa, e da intensificação de eventos que já se consolidaram nacionalmente e internacionalmente. Com o propósito de apresentar à comunidade científica as atividades realizadas no nordeste dentro do seio da Linguística Aplicada e de proporcionar um espaço de interação com os pares, um grupo de linguistas aplicados que atuam no nordeste se uniu para organizar o CONELA. Em sua primeira edição, como forma de apresentar a LA na região nordestina, será discutido o tema “Panorama dos estudos teóricos e práticos em Linguística Aplicada”. A grande expectativa é fomentar o desenvolvimento da área de Linguística Aplicada na região Nordeste e contribuir para a formação intelectual e humana de toda a comunidade nacional. A programação do I CONELA está estruturada a partir de conferência, mesas redondas, comunicações orais e apresentação cultural. A proposta é promover debates sobre língua(gem) em suas múltiplas perspectivas discursivas, teóricas e práticas, e através da exposição de trabalhos sobre ensino e aprendizagem de línguas, formação de educadores, políticas linguísticas, letramento, texto, discurso, tecnologias, estudos inter/transculturais, etc.

Realização

CFP/UFCG
Campus Cajazeiras-PB

Organização

UFCG
UFS
UFAL
UFBA
UFMA
UECE
UFPB
UPE
UFC
UFRN
IFbaiano
UFPE
UFPI

Realização

CFP/UFCG
Campus Cajazeiras-PB

Instituições Organizadoras

UFCG
UFS
UFRN
UFAL
UFPE
UFPI
UECE
UFBA
UFMA
UFC
UFPB
UPE
IFbaiano

Palestrantes

Ana Lúcia Silva Souza
(UFBA)
Antonia Dilamar Araújo
(UECE)
Antonio Carlos Xavier
(UFPE)
Aurea Zavam
(UFC)
Claudiana Nogueira de Alencar
(UECE)
Eduardo Calil
(UFAL)
Eulália Vera Lúcia Fraga Leurquin
(UFC)
Fabio Alexandre Silva Bezerra (UFPB)
Fábio Marques de Sousa
(UEPB)
Fatiha Dechicha Parahyba
(UFPE)
Francisco Cardoso Gomes de Matos
(UFPE)
João da Silva Araújo Júnior
(UFMA)
José Ricardo Carvalho
(UFS)
Júlio César Araújo
(UFC)
Júlio Neves Pereira
(UFBA)
Lucineudo Machado Irineu
(UECE)
Marcia Paraquett Fernandes
(UFBA)
Marcus Vinícius Freitas Mussi
(UFCG)
Maria Auxiliadora Bezerra
(UFCG)
Maria Bernadete Oliveira
(UFRN)
Maria da Penha Casado Alves
(UFRN)
Maria do Socorro Oliveira
(UFRN)
Marília Varella Bezerra de Faria
(UFRN)
Monica Fontenelle Carneiro
(UFMA)
Ricardo Nascimento Abreu
(UFS)
Rita de Cássia Souto Maior Siqueira Lima
(UFAL)
Rita Maria Diniz Zozzoli
(UFAL)
Rodrigo Camargo Aragão
(UESC)
Rosemeire Selma Monteiro-Plantin
(UFC)
Socorro Claúdia Tavares de Sousa
(UFPB)
Valéria Severina Gomes
(UFRPE)
Vanderlei Zacchi
(UFS)

Programação

  • 17/11
  • 18/11
  • 19/11
  • 20/11

Submissão
de trabalhos

O evento contará com a modalidade de comunicação oral. Os resumos poderão ser enviados no período de 01 de setembro 2020 a 01 de outubro de 2020. Somente trabalhos devidamente formatados serão aceitos. Por isso, consulte as normas de submissão abaixo.

Inscrições

As inscrições poderão ser realizadas a partir do dia 01 de setembro até o dia 16 de novembro. Não haverá taxa para a modalidade ouvinte, mas o número de vagas para esta categoria é limitado. 

Notícias

Dúvidas

Sim.

O evento tem carga horária de 33h.

Será gratuito para ouvintes. Para participação com apresentação de trabalho será cobrada uma taxa.

Sim. Pessoas de qualquer região do país podem participar em qualquer uma das modalidades.

Sim! Todos os inscritos no evento terão direito a certificação de participação.

Sim. É possível encontrar mais informações sobre publicação clicando aqui.

Apoio

Colaboração

...

Ana Lúcia Silva Souza

UFBA

Doutorado em Linguística Aplicada pela Universidade de Campinas (2009), graduação em Ciências Políticas e Sociais pela Escola de Sociologia e Política do Estado de São Paulo (1988), mestrado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1996). É professora adjunta da Universidade Federal da Bahia, no Departamento de Letras Vernáculas e integra quadro permanente do Programa de Mestrado Profissional em Letras – ProfLetras. Tem estudos e projetos na área de Linguística Aplicada, com ênfase em ensino de Língua Materna, estudos dos letramentos e relações raciais. É autora, entre outras publicações da obra Letramentos de Reexistência – Poesia, Grafite, Música, Dança – Hip-Hop – Editora Parábola

Antonia Dilamar Araújo

UECE

Possui doutorado em Letras (Língua Inglesa, área de concentração Linguística Aplicada) pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996) e Mestrado em Língua Inglesa e Literatura Correspondente na mesma universidade (1983). Graduada em Letras-Inglês pela Universidade Federal do Piauí (1976). Realizou estágio de doutorado sanduíche na University of Liverpool (1993). Desenvolveu pesquisa de Pós-doutoramento com o Dr. Charles Bazerman, na Universidade da Califórnia, Santa Bárbara (UCSB) no período de 2006-2007. Foi coordenadora do Programa de pós-graduação em Linguística Aplicada da UECE (2004-2006). Atualmente é professora Titular em Linguística Aplicada da Universidade Estadual do Ceará. Tem experiência na área de Linguística Aplicada com ênfase no ensino de língua inglesa, escrita acadêmica e gêneros textuais

Antonio Carlos dos Santos Xavier

UFPE

Professor Titular-Livre de Linguística no Departamento de Letras da UFPE. Pós-Doutor em Hipertexto e Retórica Digital (2012) pela Universidade de Paris-VIII, França; Doutor em Linguística (2002) pela Universidade Estadual de Campinas; Mestre em Letras pela Universidade Federal de Pernambuco (1995). Atua nas áreas de Linguagem-Educação-Tecnologias, Semântica, Pragmática, Linguística de Texto e Epistemologia. Orienta trabalhos de Mestrado e Doutorado. Investiga temas: Leitura em Hipertextos, Tecnologia Digital, Aprendizagem, Multiletramentos, Retórica e Cultura Digitais e Formação Docente.

Aurea Zavam

UFC

Graduada em Letras (Licenciatura Português-Espanhol) pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1979), especialista em Leitura e Escrita (1994), Mestre (1998), Doutora (2009) em Linguística pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e Pós-doutora em Estudos Linguísticos (2016) pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Professora da Unidade de Prática de Ensino do Departamento de Letras Vernáculas, do Programa de Pós-graduação em Linguística (PPGL) e do Mestrado Profissional em Letras (ProfLetras) da UFC. Coordena o grupo de pesquisa Tradice (UFC) e participa dos grupos de pesquisa Protexto (UFC) e Praetece (Uece). Coordenadora regional, no Ceará, do Projeto Nacional para a História do Português Brasileiro (PHPB). 

Claudiana Nogueira de Alencar

UECE

Possui licenciatura em Letras pela Universidade Estadual do Ceará (1995), mestrado e doutorado em Linguística pela Unicamp (2000 e 2005) e pós- doutorado em Semântica/Pragmática também pela Unicamp (2010). Atuou como pesquisadora visitante na Universidade de Birmingham -UK (2002-2003) e como pesquisadora colaboradora do Instituto de Estudos da Linguagem-IEL-Unicamp (2009-2010). Coordena o Programa “Viva a Palavra: circuito de linguagem, paz e resistência da juventude negra da periferia de Fortaleza (MEC/PROEXT/ 2015).

Eduardo Calil de Oliveira

UFAL

Since 1989, in the beginning of his professional life as a literacy teacher, Eduardo Calil has focused on the study of collaborative writing processes in the elementary school context. In his master s dissertation (University of São Paulo, 1991), he analyzed the notion of Zone of Proximal Development (Vygotsky) during teaching and learning situations of the basic alphabetic system involving his own 6-year-old students. Calil s doctoral thesis (Authorship: the child and the writing of invented stories) was published in 1998. With this work, he inaugurated the Brazilian studies on authorship and text creation by newly literate students, electing the collaborative writing process as his scientific object, in an ecological context and in real-time, recorded on film. 

Eulália Vera Lúcia Fraga Leurquin

UFC

Possui graduação em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1986), Mestrado (1997) e Doutorado em Educação pela mesma universidade (2001). É professora associado III da Universidade Federal do Ceará. Coordenou o Programa de Pós-graduação em Linguística, o MINTER/UFC/UFMA e o Mestrado Profissional em Letras/UFC. Foi membro do Conselho gestor do PROFLETRAS, representando a região Nordeste. Coordenou a formação de professores de Língua materna do PROJOVEM Urbano em 2009 e deu assessoria à Secretaria de Educação do Município de Fortaleza em 2011, na produção das Diretrizes Curriculares e em 2018 para a construção do Documento Curricular de Referência do Ceará. Atuou na Université de Bordeaux Montaigne como professora convidada

Fabio Alexandre Silva Bezerra

UFPB

Professor Adjunto no Departamento de Letras Estrangeiras Modernas da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Linguística (UFPB). Especialista em Linguística Aplicada ao Ensino de Línguas Estrangeiras pela Universidade Federal da Paraíba (2003), Mestre em Letras/Inglês e Literatura Correspondente pela Universidade Federal de Santa Catarina (2008), Doutor em Língua Inglesa e Linguística Aplicada também pela Universidade Federal de Santa Catarina (2012) e PhD em Linguística pela University of Sydney (2013). Tem experiência na área de Linguística Aplicada, com ênfase em Língua Inglesa, desenvolvendo atividades com fundamentação teórica na Linguística Sistêmico-Funcional, na Análise Crítica do Discurso, nos estudos em Multimodalidade e Multiletramentos, na Semiótica Social, nos Estudos de Gênero (Gender) e Sexualidade, e nos Estudos Culturais.

Fábio Marques de Sousa

UEPB

As palavras e as manifestações artísticas sempre foram uma paixão, permeando a minha constituição pessoal e a minha formação profissional. Tendo a palavra como elemento estruturante da minha carreira, hoje, licenciado em Letras (Português, Inglês, Espanhol e suas literaturas) e Pedagogia, atuo como professor no Departamento de Letras e Artes e no Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e como colaborador nos programas de pós-graduação em Linguagem e Ensino (UFCG) e Educação Contemporânea (UFPE).

Fatiha Dechicha Parahyba

UFPE

Possui graduação em Letras-Língua Inglesa pela Université d´Alger – Argélia (1974), M.Litt em Linguística pela University of Edinburgh – Escócia (1978) e Doutorado em Linguística pela Universidade Federal da Paraíba com estágio de doutoramento na Université de Genève – Suíça (2011). É Intérprete de Conferências desde 1988 e professora do Departamento de Letras da Universidade Federal de Pernambuco desde 1995. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Linguística Aplicada ao Ensino de Línguas Estrangeiras, atuando principalmente nas seguintes áreas: Fonética e Fonologia Geral e de Língua Inglesa; Produção Textual em Língua Inglesa; letramento acadêmico e Tradução/Interpretação. É Editora Assistente de EUTOMIA-Revista de Literatura e Linguística. Atualmente, realiza estágio de pós-doutorado na UFC como bolsista do programa PNPD/CAPES.

Francisco Cardoso Gomes de Matos

UFPE

Possui graduação em Letras pela Universidade Federal de Pernambuco(1956), graduação em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco(1958), mestrado em Letras pela University of Michigan – Ann Arbor(1960) e doutorado em Lingüística Aplicada e Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo(1973). Atualmente é Professor da Universidade Federal de Pernambuco. Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Lingüística Aplicada. Atuando principalmente nos seguintes temas:Lingüística Aplicada, Ensino de Inglês, Princípios da Lingüística, Material didático. 

João da Silva Araújo Júnior

UFMA

Doutor em linguística pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Professor do Programa de Pós-Graduação em Letras/PGLETRAS, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Professor do departamento de Letras da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Mestre em Lingüística Aplicada pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Graduado em Letras pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Graduado em Filosofia pelo Instituto Teológico e Pastoral do Ceará (ITEP). Líder do grupo de pesquisa em Linguagem e Tecnologia (LINTEC). Atua nas seguintes linhas de pesquisa: Linguística aplicada ao ensino e aprendizagem de línguas; avaliação e produção de materiais instrucionais de ensino de línguas; gêneros textuais digitais; gêneros textuais e hipertexto. Coordena os projetos de pesquisa “Tecnologias digitais e aprendizagem de línguas” e “O uso de aplicativos digitais na aprendizagem de línguas”. 

José Ricardo Carvalho

UFS

Possui Pós-doutorado na área de Linguística de Texto e Linguística Aplicada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2018), Doutorado em Letras pela Universidade Federal Fluminense (2007), Mestrado em Educação pela Universidade Federal Fluminense (2001), Especialização em Leitura e Produção de Texto (2000), Especialização em Alfabetização das Crianças das Classes Populares (1996), Graduação em Letras pela Universidade Estácio de Sá (2006) E Graduação em Pedagogia pela Universidade Federal Fluminense (1995). Desempenhou a função de Coordenador Geral de Sergipe do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa- PNAIC do Ministério da Educação (2011-2016). Atualmente é professor adjunto dos cursos de Pedagogia e Letras da Universidade Federal de Sergipe, Campus Prof. Alberto Carvalho. 

Júlio César Araújo

UFC

Pós-Doutor em Estudos Linguísticos pela UFMG e Professor e Pesquisador no Programa de Pós-Graduação em Linguística (PPGL) do Departamento de Letras Vernáculas (DLV) da UFC, onde coordena o grupo de pesquisa em Discursos e Digitalidades (DIGITAL). Atua na área de Linguística Aplicada em interface com Pragmática, Linguística Textual e as Teorias Críticas do Discurso. À luz dessa interface estuda as relações entre linguagem e tecnologia digital, com especial atenção aos seguintes temas: gêneros textuais digitais, novos letramentos, EaD, convergência de mídias e hipertextos. Foi vice-presidente da Associação de Linguística Aplicada do Brasil (ALAB) no biênio 2009-2011 e vice-presidente da Associação Brasileira de Estudos sobre Hipertexto e Tecnologia Educacional (ABEHTE) no biênio 2009-2011.

Júlio Neves Pereira

UFBA

Possui graduação em Letras pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1989), mestrado em Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1998) e doutorado em Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2005). Professor Doutor Adjunto III, da UFBA – Universidade Federal da Bahia – Campus Ondina. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Língua Portuguesa, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino, aprendizagem de língua, tecnologia e aprendizagem de leitura e escrita, multiletramento, multimodalidade, Gêneros multimidiático, formação de professor. Participa como pesquisador do Núcleo de Estudos das linguagens e suas Tecnologias (NELT).

Lucineudo Machado Irineu

UECE

Doutor em Linguística pela UFC, onde também desenvolveu estágio de pós-doutorado. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada da UECE. Atua em Linguística Aplicada, desenvolvendo e orientando pesquisas em Análise do Discurso Crítica, mais especificamente sobre representações sociais em uma abordagem discursiva, com especial atenção para os processos de (re) produção de tais representações nos discursos midiático, autobiográfico, pedagógico e acadêmico. Suas pesquisas dialogam com os seguintes temas: discurso de grupos minoritários e/ou em situação de vulnerabilidade social, identidades, ideologias, práticas de letramento, invisibilidade e silenciamento discursivos, desconstrução de relações assimétricas de poder e decolonização do saber. 

Marcia Paraquett Fernandes

UFBA

Possui Graduação em Letras pela Universidade Federal Fluminense (1970); Mestrado em Letras pela Universidade Federal Fluminense (1977); Doutorado em Letras (Língua Espanhola, Literatura Espanhola e Hispano-Americana) pela Universidade de São Paulo (1997) e Pós-doutorado em Linguística Aplicada pela Universidade de Campinas (2002), pela Universidade de Santiago do Chile (2015) e pela Universidade de Murcia/Espanha (2015). É professora aposentada da Universidade Federal Fluminense, sendo também professora associada da Universidade Federal da Bahia. É autora de três livros; organizou uma revista e quatro livros, além de ter diversos artigos publicados em coletâneas e revistas nacionais e internacionais.  

Marcos Vinicius Freitas Mussi

UFCG

Possui Doutorado em Linguística pela UFPB, Mestrado em Linguística Aplicada pela UFRJ, Graduação em Letras Português/Literaturas pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Graduação em Português/Inglês pela Universidade Veiga de Almeida (UVA), além de cursos no exterior na área de ensino de línguas. Pesquisador associado aos grupos GEDEALL/UFAL, LIDAH/IFbaiano e GPADC/UECE. Atualmente, lotado no Centro de Formação de Professores (CFP) – UFCG. Tem interesse em pesquisa na área de linguística aplicada.

Maria Auxiliadora Bezerra

UFCG

É licenciada em Letras pela Universidade Regional do Nordeste (atual Universidade Estadual da Paraíba), tem mestrado, doutorado e pós-doutorado em Estudos Românicos, pela Université de Toulouse – le Mirail (França), ênfase em Sociolinguística e Dialetologia Românicas. Atualmente é professora associada IV da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), onde atua na Graduação em Letras e em Curso de Especialização. Faz parte do conselho editorial da Revista Brasileira de Linguística Aplicada (RBLA), da revista Entre palavras (UFC), da revista Leia Escola e Letras Raras (UFCG), entre outras. É membro da Coordenação Editorial da Coleção Leituras Introdutórias em Linguagem, publicada pela Editora Cortez (SP). 

Maria Bernadete Fernandes de Oliveira

UFRN

Professora associada da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Graduação em Letras pela Universidade Federal da Paraíba; mestrado e doutorado em Linguística pela Universidade de São Paulo. Foi Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem – PgEL (2005- 2009). Participa como organizadora dos livros Leitura, Escrita e Produção de Textos e Linguagem e Práticas Sociais. Publica regularmente em várias Revistas Científicas qualificadas e é membro do Conselho Editorial das Revistas Trabalhos em Linguística Aplicada, Revista Brasileira de Linguística Aplicada, Revista Língua, Linguística e Literatura, Estudos de Psicologia e da coleção Bakhtin o inclassificável (Mercado de Letras).

Maria da Penha Casado Alves

UFRN

Possui Mestrado em Estudos da Linguagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1996) e Doutorado em Comunicação e Semiótica pela PUC de São Paulo. Pós-doutorado em Linguística Aplicada na UNICAMP sob a supervisão da Profa. Dra. Roxane Rojo. É Professora Associada da área de Língua Portuguesa do Departamento de Letras. Atua na Graduação e na Pós-graduação no Programa de Estudos da Linguagem da UFRN e coordena nacionalmente o Mestrado Profissional em Letras-ProfLetras. É Líder do Grupo de Pesquisa “Práticas Discursivas na Contemporaneidade” e pesquisadora do GED da UNESP. 

Maria do Socorro Oliveira

UFRN

Doutora em Estudos da Linguagem (Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem – PPGEL-Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN), realizou estágio de doutorado Sanduíche na Universidade Nova de Lisboa, no período de 01 de abril de 2015 a 31 de janeiro de 2016. Mestre em Estudos da Linguagem (UFRN), Especialista em Linguística Aplicada (UERN), Tecnologias na Educação (PUC-Rio) e Educação a Distância (UFPR), Graduada em Letras (UERN). Leciona a disciplina Leitura e Produção Textual na Faculdade Católica do Rio Grande do Norte-FCRN. Atua principalmente nas seguintes áreas: Texto, Leitura, Linguística de texto, Discurso, Análise Textual dos Discursos, Enunciação.

Marília Varella Bezerra de Faria

UFRN

Possui graduação em Letras – Habilitação Inglês e Português pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1992), graduação em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1981), mestrado em Linguística Aplicada pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1996), doutorado em Linguística Aplicada pelo Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2007) e pós-doutorado na área da Linguística Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas (2013/2014). Atualmente, é Professora Associada do Departamento de Línguas e Literaturas Estrangeiras Modernas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Monica Fontenelle Carneiro

UFMA

Graduada em Letras (Português/Inglês) pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Especialista em Língua Inglesa e em Linguística Aplicada ao Ensino da Língua Materna e Estrangeira também pela UFMA, Mestre em Linguística pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Doutora em Linguística e Pós-Doutora em Linguística também pela UFC. Professora do quadro permanente do Programa de Pós-Graduação em Letras – PPGLETRAS (Mestrado Acadêmico em Letras) do Campus de São Luís e do Programa de Pós-Graduação em Letras – PPGLETRAS (Mestrado Acadêmico em Letras) do Campus de Bacabal, assim como professora colaboradora do PPGDIR – Programa de Pós-Graduação em Direito, todos da UFMA.

Ricardo Nascimento Abreu

UFS

Possui graduação em Letras Português Inglês (2000) e em Direito (2013) pela Universidade Tiradentes, Especialização em Língua Portuguesa pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ (2002), Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Sergipe – UFS (2006), Mestrado em Direito Constitucional pela Universidade Federal de Sergipe (2016), Doutor em Letras e Linguística pela Universidade Federal da Bahia – UFBA (2011). Professor do Departamento de Letras Vernáculas e do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Sergipe.

Rita de Cássia Souto Maior

UFAL

Professora de Graduação e Pós-graduação na Faculdade de Letras (Fale) da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Doutora e mestre em Linguística pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística e Literatura (PPGLL/Ufal), foi licenciada em Letras/Português na mesma Universidade. Pós-doutora no Programa de Pós-graduação em Linguística (PPGL/UFC) pela Universidade Federal do Ceará. Atualmente é diretora da Fale/Ufal, membro titular do Colegiado do PPGLL/Ufal, Coordenadora do GT Ensino e Aprendizagem na Perspectiva da Linguística Aplicada (EAPLA) da Associação Nacional de Pós-graduação em Letras e Linguística (ANPOLL) e secretária da Associação Brasileira de Linguística (ABRALIN). 

Rita Maria Diniz Zozzoli

PPGLL/UFAL

Possui graduação em Letras pela Universidade Federal de Alagoas (1973), graduação em Lettres – Université de Franche Comté Besançon (1974) e doutorado em Linguistique et Enseignement du Français – Université de Franche Comté Besançon (1985). Tem estágio pós-doutoral no Departamento de Lingüística Aplicada do IEL da UNICAMP. Atualmente é Associada 4 da Universidade Federal de Alagoas. Tem experiência na área de Lingüística Aplicada, com ênfase em Ensino e Aprendizagem de Línguas, atuando principalmente nos seguintes temas: leitura, produção, autonomia relativa, língua materna, língua estrangeira e produção escrita. Foi coordenadora do Grupo de Trabalho de Linguística Aplicada da Associação Nacional de Pós-graduação e pesquisa em Letras e Linguística (ANPOLL) no biênio de 2010 a 2012…

Rodrigo Camargo Aragão

UESC

Professor no Programa de Pós-graduação e Licenciatura em Letras da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Coordena o grupo de pesquisa FORTE (UESC) e é pesquisador no LALINTEC (UFMG). Doutor em Linguística (UFMG), com estágio na Universidade de Sevilha. Residência de pós-doutorado na UFMG e na Universidade de Jyväskylä. Pesquisa linguagens, tecnologias e emoções em experiências de ensino e aprendizagem de línguas. Tem interesse em desdobramentos da cibernética e do pensamento sistêmico de Maturana para compreensão de inter-relações entre linguagem, cognição e cultura. Esteve cedido ao Instituto Anísio Teixeira como diretor de EAD do Estado da Bahia (2011-2014) e coordenou o GT de Linguagens e Tecnologias da ANPOLL (2014 a 2016).

Rosemeire Selma Monteiro-Plantin

UFCG

Professora Titular da Universidade Federal do Ceará. Doutora em Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina (2001), Mestre em Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina (1995) e Licenciada em Letras/Português pela Universidade Estadual de Maringá (1992). Tem experiência em Ensino de Português como Língua Materna e também como Estrangeira (PLE), com ênfase no processo de Internacionalização da Língua Portuguesa. Foi professora-leitora (2005-2007) de língua portuguesa e de cultura brasileira, na Universidade Stendhal, em Grenoble (França). Iniciou suas pesquisas em Fraseologia Teórica e Aplicada na Universidade de Granada, na Espanha (tendo sido bolsista da Fundação Carolina em 2007). 

Socorro Claúdia Tavares de Sousa

UFPB

Possui graduação em Letras pela Universidade Estadual do Ceará (1988), graduação em Direito pela Universidade de Fortaleza (1995), mestrado e doutorado em Linguística pela Universidade Federal do Ceará (2004, 2009). Atualmente, é professora associada do Departamento de Linguística e Língua Portuguesa (DLLP) e do Programa de Pós-Graduação em Linguística (Proling) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem experiência na área de Linguística, com pesquisas nas áreas de Lingüística de Texto e Política e Planejamento Linguístico. É líder do Núcleo de Estudos em Política e Educação Linguística (NEPEL).

Valéria Severina Gomes

UFRPE

Possui pós-doutorado em Letras Vernáculas na Universidade Federal do Rio de Janeiro (2014), doutorado em Linguística pela Universidade Federal de Pernambuco (2007), mestrado em Linguística pela Universidade Federal de Pernambuco (1998) e graduação em Letras pela Universidade Federal de Pernambuco (1994). Atualmente é professor Associado III da Universidade Federal Rural de Pernambuco. Tem experiência em Linguística de Texto, Linguística Aplicada, Linguística Sócio-histórica e Tradições Discursivas. Consultora Ad Hoc da Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe-FAPITEC/SE; vice-líder do grupo de pesquisa certificado pelo CNPq TRADICE (Tradições Discursivas do Ceará)

Vanderlei Zacchi

UFS

Tem doutorado em Estudos Linguísticos e Literários em Inglês pela USP e pós-doutorado em Estudos Literários pela UFMG. É professor do Departamento de Letras Estrangeiras e coordenador do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Sergipe. É também pesquisador adjunto do Centre for Globalization and Cultural Studies da Universidade de Manitoba, no Canadá, e foi coordenador do GT Transculturalidade, Linguagem e Educação da ANPOLL no biênio 2014-2016. Tem livros publicados tais como A enxada e a caneta (Humanitas, 2016? Como autor), Letramentos e mídias (Edufal, 2015? Como organizador) e quem canta o Estado-nação? de Judith Butler e Gayatri Spivak (Editora UnB, 2018, como tradutor).

Lorena Araujo de Oliveira Borges

FALE/UFAL

Professora Adjunta na Faculdade de Letras (FALE) da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Doutora em Linguística pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade de Brasília (2015-2018). Mestre em Letras e Linguística pelo Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Goiás (2013-2015). Graduada em Letras (2011-2014), com habilitação em Língua Portuguesa, e em Comunicação Social (2002-2005), com habitação em Jornalismo, ambos pela Universidade Federal de Goiás. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Análise de Discurso Crítica, Gênero e Linguagem, Estudos Feministas, desenvolvendo estudos paralelos nas áreas de Eco linguística e Imaginário.

Juscelino Nascimento

UFPI

Doutor em Linguística (2019) pela Universidade de Brasília (UnB), Mestre em Letras – Área de Concentração em Estudos de Linguagem (2014) pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), Graduado em Letras/Inglês (2010) pela UFPI e em Letras/Português-Espanhol (2013) pelo Instituto Superior de Educação Alvorada Plus. Atualmente, é Professor Adjunto da UFPI, Campus Senador Helvídio Nunes de Barros, em Picos, onde é Coordenador do Curso de Letras/Português; Professor Formador do Centro de Educação Aberta e a Distância (CEAD/UFPI), onde é Coordenador de Estágios do Curso de Letras/Inglês; e Professor Colaborador do Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores (PPGFP) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). 

Resumo

A mesa redonda reúne pesquisadoras para discutir o panorama da Linguística Aplicada no Nordeste, a partir de quatro pontos de vista. Seguindo esta lógica, tratamos do ensino e aprendizagem da língua portuguesa, ressaltando metodologias de ensino dessa língua, abrangendo desde fonema, morfema, sintagma até texto e discurso, e mostramos a tendência contemporânea do ensino de linguagens, à luz de estudos multissemióticos. Desenvolvemos uma discussão sobre a noção de Linguística Aplicada e a sua construção, como área de produção de conhecimentos, destacando como essa concepção atravessa as linhas de pesquisa e as temáticas tratadas nas dissertações e teses, até então defendidas, a partir do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Mapeamos as principais temáticas, os métodos de pesquisas e as teorias adotadas nas linhas de pesquisa dos programas de pós-graduação em LA, Letras e Estudos da Linguagem do Nordeste, dando destaque para as línguas adicionais (inglesa, espanhola e francesa) e enfatizando uma variedade de enfoques que compreendem contextos e questões de linguagem, em uma perspectiva ampla da LA, como campo e prática multidisciplinar e indisciplinar. E, apresentamos um breve histórico da Linguística Aplicada na Universidade Federal de Alagoas resumindo ações desenvolvidas desde 1982 até o momento atual, discorrendo sobre a criação de disciplinas, do Grupo de estudos discurso, ensino a aprendizagem de línguas e literaturas (GEDEALL) e das orientações, pesquisas, eventos e publicações.

Elaine Maria Santos

UFS

Possui graduação em Letras Português-Inglês pela Universidade Federal de Sergipe (2005), pós-graduada em Língua Inglesa pela Universidade Tiradentes (UNIT), mestre em Letras pela Universidade Federal de Sergipe e doutora em Educação pela mesma instituição. Atualmente é Professora Adjunta II da Universidade Federal de Sergipe, membro do NEC – Núcleo de Estudos de Cultura da UFS, vinculado ao CLEPUL, e coordenadora do Programa Idiomas sem Fronteiras na UFS. De setembro a dezembro de 2018, atuou como Professora Visitante (Visiting Scholar/ Junior Faculty Member) da University of New York, EUA, desenvolvendo atividades de pesquisa, com bolsa da Fulbright, no Department of Teaching and Learning / Steinhardt School of Culture, Education, and Human Development, sob supervisão da Profa. Dra. Shondel Nero.

Leidiane Tavares

UNILAB

Docente do Instituto de Linguagens e Literaturas (ILL) e do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem (PPGLin) da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), é doutora e mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal do Ceará (UFC) e licenciada em Letras Português-Literatura Vernácula pela mesma instituição. Líder do grupo ATMOS/Unilab – Grupo de Estudos Críticos em Discurso, dedica-se à investigação dos seguintes temas: narrativização, discurso autobiográfico, interação, redes sociais da web, representações sociais, gênero social, escrita acadêmica e autoria. 

Samuel de Carvalho Lima

IFRN

Licenciado em Letras – Português, Inglês e respectivas Literaturas pela Universidade Federal do Ceará (2007). Tem mestrado em Linguística pela Universidade Federal do Ceará (2009), doutorado em Linguística pela Universidade Federal do Ceará (2012) e pós-doutorado em Ciências da Educação, na especialidade de Educação em Línguas Estrangeiras, pela Universidade do Minho (2018). É professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, campus Mossoró (IFRN), onde atua no ensino de inglês em cursos técnicos de nível médio, no Mestrado em Ensino (POSENSINO) e no Mestrado em Educação Profissional e Tecnológica (PROFEPT). É um dos líderes do GEL – Grupo de Pesquisa em Ensino-Aprendizagem de Línguas (IFRN). Temas de interesse: ensino de línguas, teoria sociocultural, multiletramentos e autonomia da aprendizagem.

Doris Cristina Vicente Da Silva Matos

UFS

Possui Doutorado em Língua e Cultura pela Universidade Federal da Bahia (2014), com período de Doutorado Sandwich na Universidad Nacional de Educación a Distancia (UNED) em Madri/ Espanha, sendo bolsista CAPES. Mestrado em Letras (Linguistica Aplicada ao Ensino/ Aprendizagem de Espanhol LE) pela Universidade Federal Fluminense (2007). Especialização em Língua Espanhola Instrumental para Leitura (2004) pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro e Graduação em Letras (Português/ Espanhol) pela Universidade Federal Fluminense (2003). É professora associada da Universidade Federal de Sergipe e atua na graduação do Departamento de Letras Estrangeiras e no Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL/UFS). 

Raimunda Gomes de Carvalho Belini

IFPI

Pós-Doutora em Linguística – Universidade Federal do Piauí – UFPI (2020). Doutora em Linguística, Universidade Federal do Ceará? UFC (2014). Mestre em Estudos de Linguagem, Universidade Federal do Piauí – UFPI (2010). Graduada em Licenciatura Plena em Letras Português, Universidade Estadual do Piauí – UESPI (2003). Atualmente é Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí? IFPI (2011 -) e Avaliadora do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES). Membro dos Grupos de Pesquisa LES/UFPI – Linguagem, Escola e Sociedade; e PROLETRAS/UFPI – Projeções em Pesquisas e Práticas de Leitura e Escrita

Fernanda de Castro Modl

UFC

Possui graduação em Letras – Português e Inglês pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2003), mestrado em Letras pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2006) e doutorado em Linguística e Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2011). Atualmente é prof. adjunto da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Lingustica Aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, ensino de línguas Português/ Inglês e Discurso e ensino.